Caminhada do Outubro Rosa é realizada em Chã Grande

0
238
Foto: Marcos Silva

 

A cor rosa esteve em evidência nesta segunda-feira, 22, em Chã Grande. Com o intuito de alertar os chãgrandenses sobre a importância da prevenção aos vários tipos de câncer, em especial o de mama, uma caminhada foi realizada na cidade, reunindo autoridades municipais, como o prefeito Diogo Alexandre, o vice, Sandro Advogado, e os vereadores Jorge Luís e Célia de Jaci, órgãos públicos, alunos do Educandário Batista e a população em geral.

Com início no Centro de Convivência de Idosos (CCI), a caminhada seguiu pelas principais ruas da cidade, em direção a Câmara de Vereadores. No prédio do poder legislativo de Chã Grande, uma programação foi preparada, com a realização de palestras e depoimentos.

Ao lado do prefeito Diogo Alexandre e da idealizadora Natália Silva, o presidente da Câmara Municipal, Jorge Luís, fez a abertura do evento. Em seguida, a programação seguiu com a interação entre público e palestrantes. Antes das palestras, o coreógrafo Felipe Carolino, da Casa das Juventudes, fez uma apresentação especial.

A primeira palestra abordou a importância do auto-exame e do exame de mamografia. Apresentada pela enfermeira Lisliane, que atua na Unidade Básica de Saúde do sítio Malhadinha, na zona rural de Chã Grande, a palestra serviu para desmistificar alguns pontos. Além disso, também foi apresentada a forma correta de realização do auto-exame, que pode ser feito pela mulher, mas que não substitui a visita regular ao médico.

A nutricionista Melânia Freitas e a psicóloga Tereza Motta deram continuidade a programação. A primeira abordou os riscos de uma alimentação inadequada para o surgimento dos tipos de câncer. Já Tereza Mota abordou a questão psicológica para o enfrentamento da doença.

O evento contou ainda com o depoimento de mulheres que enfrentam ou enfrentaram o câncer. A professora Natália Silva, que há dois anos descobriu um câncer de mama, foi a primeira a falar. Em seguida, a vereadora Célia de Jaci e Edna Telles também utilizaram da palavra. Os depoimentos foram encerrados pela fala da dona de casa Jessica Maria, que assim como as demais, também emocionou o público. Após ter seu útero retirado, a jovem está grávida de quatro meses, o que parecia impossível para seus médicos.

Ao final, o público acompanhou a apresentação do Coral do Amor, que faz parte do Grupo Saber Viver, da cidade do Recife, que é formado por pacientes e profissionais de saúde. O grupo apresentou as canções “É preciso saber viver”, dos Titãs, e “Maria Maria”, fechando com chave de ouro o evento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here