Intolerância contra religiões de matriz africana será tema de audiência pública em Chã Grande

0
57
Elisângela Leite/Maré Notícias

O Ministério Público de Pernambuco vai promover no dia 7 de janeiro, em Chã Grande, audiência pública para debater a intolerância religiosa contra praticantes de religiões de matriz africana. A ação, que é coordenada pelo Promotoria de Justiça do município, está aberta para inscrições, que podem ser feitas através do e-mail pjchagrande@mppe.mp.br. No mesmo endereço, interessados podem submeter trabalhos para exposição, durante o evento, que será realizado no fórum municipal.

O tema tem sido evidente no município de Chã Grande. Este ano, em agosto, o terreiro de credo candomblecista, administrado pelo cabeleireiro Adamequis Santos, localizado no sítio Malhadinha, na zona rural, foi atacado pela 10ª vez. Adereços religiosos e o telhado foram destruídos, além das paredes pichadas.

O babalorixá procurou a delegacia de polícia civil, onde prestou uma queixa, a Polícia Federal e o Ministério Público. “Passo e vivo preconceito religioso sempre, aguardo agora as autoridades, pois já existem suspeitos e clamo punição e respeito”, declarou Adamequis em agosto.

Segundo os organizadores, o evento já conta com a presença confirmada de quatro professores doutores de universidades, especialistas no assunto, além de autoridades, que debaterão as melhores formas de combater a intolerância religiosa contra as religiões de matriz africana no município de Chã Grande.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here